Stacks Image 12
Comunicação como moeda de troca

Luíza Monica Assis da Silva e Vânia Mara Vasques Balbino de Souza (Orgs)

eBook disponível em nossa Biblioteca!
(em breve impresso estará disponível )

Este livro supera bastante as expectativas que tínhamos desde o início do lançamento do grupo de pesquisas sobre as Representações Sociais da Responsabilidade Social dos bancos junto a comunidades, porque apresenta o esforço de outros pensares, tangenciadores da proposta comum de refletir a responsabilidade social pelo foco da cidadania financeira, da economia solidária, da comunicação pública,
dos processos de mobilização, mídia-educação e dos processos comunicacionais como potencializadores dessas práticas.

Desse modo, o título do livro busca traduzir o conjunto desses pensares e colocar a comunicação organizacional (também pensada aqui como comunitária) como mediadora, como moeda. Uma comunicação pública, integradora, dialógica, participativa e sistêmica cuja principal função é estabelecer o câmbio de saberes rumo à melhoria das condições sociais das comunidades periféricas. Uma comunicação que, por meio de bens intangíveis, propicie sociedades mais éticas e preocupadas com o conjunto da coletividade por meio do sistema financeiro tradicional e/ou solidário.

As organizadoras

Stacks Image 10
O Olhar do Psicanalista - crônicas, por Carlos Vieira.

A produção semanal de crônicas não é para qualquer um. Grandes nomes da literatura e poesia brasileiras dedicaram-se com afinco a esse metier, enriquecendo sobremaneira os leitores dos jornais brasileiros.
Já na era digital, o psicanalista Carlos Vieira iniciou suas crônicas regulares – sob o título "Psicanálise da vida cotidiana" – publicando no Blog do Moreno, do jornalista Jorge Moreno, em 2011, no sítio de O Globo na internet, onde permaneceu até 14 de junho de 2017, quando ocorreu o lamentável falecimento desse jornalista. Nessa ocasião, Carlos recebeu o convite de Ricardo Noblat para continuar produzindo suas crônicas semanais, que passaram então a serem hospedadas, sob o mesmo título, no Blog do Noblat, onde encontra-se até hoje.
Completando, neste 2018, 50 anos de consultório, esta (con)vivência com a intimidade do ser humano transforma-se em crônicas permeadas pela literatura universal, onde os autores clássicos espelham o dia-a-dia da vida.
Neste volume os leitores encontrarão crônicas tanto da fase Moreno quanto mais recentes, publicadas no Blog do Noblat, agora hospedado no sítio da revista Veja.
Boa leitura!
Maurício Galinkin
editor
Para comprar, clique
aqui